Curso ACLS capacita médicos e enfermeiros para o atendimento às emergências cardiovasculares

As doenças cardiovasculares – doenças dos vasos sanguíneos e do coração – incluem Doença coronariana, Doença cardíaca reumática, Cardiopatia congênita, Doença cerebrovascular, Trombose venosa profunda, Embolia pulmonar, Infarto Agudo do Miocárdio e Acidente vascular cerebral.

De acordo com Dados da Organização Mundial da Saúde, estima-se que 17,7 milhões de pessoas morreram por doenças cardiovasculares em 2015, representando 31% de todas as mortes em nível global. Desses óbitos, estima-se que 7,4 milhões ocorrem devido às doenças cardiovasculares e 6,7 milhões devido a acidentes vasculares cerebrais (AVCs).

Diante desses dados, é necessário, cada vez mais, a capacitação constante de profissionais para o atendimento a essas emergências. Luiz Guilherme Calderon, CEO do Instituto Terzius, enfatiza a importância da sistematização do atendimento. “O curso ACLS simula com extremo realismo o atendimento a uma emergência cardiovascular, além de ensinar como uma equipe, trabalhando em conjunto, pode melhorar os resultados dos pacientes.”

O curso ACLS – Suporte Avançado de Vida Cardiovascular (SAVC) – é baseado nos fundamentos do Suporte Básico de Vida (SBV), enfatizando a importância de realizar RCP de maneira contínua e com alta qualidade. Por meio de instruções práticas e simulações de casos, este curso avançado é destinado a ajudar os alunos a aperfeiçoarem suas habilidades no reconhecimento e na intervenção em caso de PCR, pós-PCR, arritmia aguda, AVC e síndromes coronárias agudas.

O objetivo do Instituto Terzius, ao oferecer o curso ACLS, é garantir a capacitação com o padrão internacional para que os profissionais possam atuar com conhecimento e habilidades para efetivamente prestarem um atendimento de excelência aos pacientes.

Atualização das Diretrizes de RCP e ACE, em 2015, pela American Heart Association (AHA)

A AHA é responsável pela publicação científica das Diretrizes para Ressuscitação Cardiopulmonar (RCP) e Atendimento Cardiovascular de Emergência (ACE), que é a base dos protocolos de salvamento utilizados por profissionais da saúde, empresas e hospitais em todo o mundo.

As principais alterações feitas nas recomendações da Atualização das Diretrizes de 2015, para Suporte Básico de Vida e Qualidade de RCP, para profissionais de saúde são:

• Socorristas treinados são encorajados a executar simultaneamente algumas etapas (ou seja, verificar se há respiração e pulso ao mesmo tempo) na tentativa de reduzir o tempo até a primeira compressão torácica.
• Tem-se dado maior ênfase em RCP de alta qualidade que utiliza metas de desempenho (com frequência e profundidade de compressão torácica adequadas, permitindo retorno total do tórax entre as compressões, minimizando interrupções nas compressões e evitando ventilação excessiva).
• A frequência das compressões foi modificada para o intervalo de 100 a 120/min.
• A profundidade de compressões em adultos foi modificada para, pelo menos, 2 polegadas (5 cm), mas não deve ser superior a 2,4 polegadas (6 cm).

Clique aqui para conferir o texto “Doenças Cardiovasculares” da Organização Mundial da Saúde.
Clique aqui para conferir a Atualização das Diretrizes de RCP e ACE, de 2015, da American Heart Association.

Deixe um comentário

1-1