Estou sozinho na cena. Como devo realizar ventilação?

A Máscara de Bolso (Pocket Mask) é um pequeno dispositivo que pode ser facilmente transportado. Ar é administrado ao paciente quando o socorrista exala através de uma válvula unidirecional com filtro. Máscaras de Bolso modernas têm sido construídas com válvulas unidirecionais e um filtro acoplável e descartável. O objetivo é proteger o emergencista de substâncias potencialmente infecciosas do paciente, tais como vômito ou sangue.

Muitas máscaras também têm um tubo de entrada de oxigênio embutido permitindo a administração de 50-60% de oxigênio. Mesmo quando não ligado a uma fonte de oxigênio, o ar exalado pelo socorrista ainda pode fornecer oxigênio suficiente para viver, cerca de 16%, visto que a atmosfera é composta por 21% de oxigênio e nos alvéolos há uma concentração de gás carbônico (CO2) de 5%. Evidentemente, uma ventilação com Máscara de Bolso sem uma fonte de oxigênio é insuficiente para pré-oxigenar um paciente para uma intubação traqueal segura.

Embora uma Máscara de Bolso não seja tão eficiente quanto uma bolsa-valva-máscara (BVM), ela tem suas vantagens quando apenas um socorrista está disponível. Como sugerido pelo seu nome, a portabilidade é o maior benefício de uma Máscara de Bolso.

Além disso, em contraste com a BVM, a qual requer duas mãos para operar (uma para criar a vedação e a outra para comprimir a bolsa), a máscara de bolso permite que ambas as mãos do socorrista estejam na cabeça do paciente.

REFERÊNCIA
Série Manuais Terzius. Manual do curso Habilidades Médicas I. Instituto Terzius, Campinas, Volume 1, 2018.

Confira também o texto “O básico antes de acessar a via aérea: oxigenação com Bolsa-Valva-Máscara (BVM)”

Post Relacionados

Deixe um comentário