Medicina de Emergência, a nova especialidade reconhecida no Brasil

A Especialidade de Medicina de Emergência é consolidada, há muitos anos, nos Estados Unidos e em diversos países da América Latina, mas, no Brasil, a especialidade foi reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), Conselho Nacional de Residência Médica (CNRM) e Associação Brasileira de Educação Médica (ABEM) apenas no ano de 2015.

A complexidade e as necessidades da Emergência Médica exigem cada vez mais qualificação dos médicos. No Brasil, a carência desses profissionais tem aberto muitas oportunidades para aqueles que buscam se capacitar em processos acadêmicos robustos e reconhecidos. “A capacitação é essencial para que o profissional atue em cada caso com conhecimento e habilidades necessárias para efetivamente reverter quadros críticos, gerando o melhor prognóstico possível”, afirma o coordenador do curso de pós-graduação em Medicina de Emergência do Instituto Terzius, Dr. Bruno M. Pereira.

Estudos internacionais mostram que a capacitação profissional e a manutenção de equipes atualizadas trazem benefícios quanto à evolução dos pacientes, ao tempo de internação, aos prognósticos e aos custos hospitalares. Segundo Dr. Bruno “tanto no atendimento pré-hospitalar quanto na sala de emergência, os profissionais devem ser capazes de aliar a rapidez do diagnóstico com a otimização do tempo de atendimento objetivando condutas apropriadas e específicas a cada paciente”.

Atualização e mais qualificação

Sempre atenta às necessidades da prática médica diária, a Terzius oferece o curso de Pós-Graduação em Medicina de Emergência nas cidades de Campinas-SP e Criciúma-SC. O programa, além de possibilitar ao aluno o aprendizado de técnicas de identificação, avaliação e atendimentos iniciais, tratamento e estabilização, também ensina e reforça habilidades e competências multidisciplinares essenciais para os médicos emergencistas.

No formato modular, com duração de 360 horas, a pós-graduação abrange temas de grande relevância no cuidado da Medicina de Emergência e inclui, além dos cursos originais Terzius, como Point-Of-Care, Habilidades Médicas, Ventilação Mecânica, os cursos com certificações internacionais, como ACLS e PALS, certificados pela American Heart Association, ATLS, certificado pelo American College of Surgeons, e PHTLS, certificado pela NAEMT.

“Seguindo rígidos padrões de qualidade, o curso permite que os alunos aprendam a desenvolver pensamento crítico para lidar tanto com os diagnósticos mais simples quanto os menos prováveis que requerem treinamento e habilidades específicas de manutenção à vida”, completa o coordenador do curso, Dr. Bruno M. Pereira.

Sobre o Instituto Terzius

Inovação e qualidade conduzem o trabalho do Instituto Terzius, o maior centro de treinamento em saúde do País. Reconhecida pela alta tecnologia em suas aulas – que incluem equipamentos de ponta e soluções pioneiras, como os cursos em Realidade Virtual – e pela excelência pedagógica documentada pelo Padrão Terzius de Qualidade, que faz do Instituto uma das edtechs mais arrojadas do Brasil, a empresa atua há dez anos oferecendo qualificação para médicos e profissionais da saúde.

Dentre os cursos realizados pelo Instituto estão os de imersão, com duração de um a três dias, que já formaram mais de 16 mil alunos – somente em 2017 foram 3 mil pessoas em 45 cidades do País. Nessa categoria, a Terzius oferece 15 treinamentos, sendo oito deles credenciados por instituições internacionais, como American Heart Association, NAEMT e American College of Surgeons. Outra área de forte atuação, que tem sete cursos e já formou 450 médicos, é a de pós-graduação.

Localizado em Campinas (SP), o Instituto é guiado pelo sonho de seu fundador – o Prof. Dr. Renato G. G. Terzi – de aprimorar a qualificação dos médicos em todo o Brasil para entregar a melhor medicina possível à população. Para mais informações, acesse www.terzius.com.br.

Post Relacionados

Deixe um comentário

5cf652e1-e474-4b30-bad7-b3e753cd08a4